Saiba quando não vale a pena se aposentar

A aposentadoria é um direito de trabalhador que atuou no mercado de trabalho brasileiro com a carteira assinada. O período mínimo varia de acordo com o período que se iniciou atividade remunerada dedicada ao mercado. Em alguns casos pode valer a pena alcançar o tempo base e se aposentar. Em outros não. Saiba mais!

Será que vale a pena se aposentar?

Apesar de ser um direito adquirido do trabalhador e inerente (se alcançar o período ele pode se aposentar), é possível abrir mão da aposentadoria caso não valha a pena. E há casos em que realmente não compensa e pode ser mais interessante continuar atuando no mercado.

Existem dois tipos de aposentadoria: por idade ou por tempo de contribuição. Por idade hoje ficamos em 65 para os homens e 60 para as mulheres. Já por tempo de serviço varia de acordo com a função exercida em carteira. Algumas são reduzidas, consideradas funções de risco.

Em muitos casos os salários não são mantidos e isso pode não ser o suficiente para pagar as contas e manter o padrão de vida. Quem ganha mais de R$ 4 mil pode ter uma queda brusca e receber apenas o salário mínimo para aposentado e recolhimento do FGTS. Nestes casos pode ser de mais valia continuar trabalhando.

Também pode não valer a pena se aposentar quando há chances de ganhar muito mais no mesmo emprego. Um bom exemplo são os cargos públicos ocupados por concursos. Muitas funções acumulam bonificação por tempo de serviço e na aposentadoria o salário não é mantido tão alto. Vale um estudo de cada caso junto a um contador ou advogado para saber qual a melhor situação para o trabalhador.

Aposentadoria significa perda de alguns benefícios

Quando se é funcionário de uma empresa é comum ganhar alguns benefícios extras como plano de saúde. Este representa uma enorme fatia no salário quando pago individualmente, quando para o trabalhador é um pequeno percentual de até 3% do salário.

Muitos aposentados se deparam com uma enorme conta para pagar de plano de saúde para suprir as suas necessidades após começar a receber o benefício do INSS. Enquanto no salário mínimo era menos de R$ 100 de desconto, com a idade avançada podem ser taxados a pagar R$ 1.500 ou mais mensalmente. Continuando na empresa tais benefícios trabalhistas não são perdidos. 

Outros benefícios que podem ser interessantes ainda de não abrir mão são o vale alimentação e refeição. Eles representam menos de 2% do salário e um valor acima de R$ 800 em muitos casos. Ajuda bastante na feira básica. 

É possível se aposentar e continuar trabalhando

Uma opção ainda é continuar no mercado de trabalho e requisitar a aposentadoria. Como? Como autônomo. Saindo do mercado formal pode-se ainda pagar seus impostos e exercer uma atividade remunerada como micro empreendedor individual ou autônomo e complementar a renda. 

O que não pode é se aposentar e continuar na mesma empresa ou em outra com a mesma função. Trabalhar para si mesmo depois de iniciada a aposentadoria não há problema nenhum.